Saiba mais sobre o Tiro com Arco Paralímpico


Esporte está presente desde a primeira edição, em 1960


O Tiro com Arco está presente na Paralimpíada desde a primeira edição, em 1960, e é praticado por pessoas que possuem paralisia cerebral, usam cadeira de rodas e amputados.

Nos Jogos do Rio de Janeiro, as competições da modalidade se dividem em três classes, sendo duas para atletas cadeirantes e uma para andantes.

São dois tipos de arco, o recurvo, com lâminas nas pontas, e o composto, equipado com roldanas nas pontas para facilitar o movimento de execução.

Nas provas, o arco recurvo é posicionado a 70m do alvo e mede 1,22m de diâmetro. Já no composto, o atleta precisa acertar o ponto de 80cm, localizado a 50m dele.

A modalidade pode trazer bons frutos para o Brasil nas Paralimpíadas. Andrey Muniz, campeão nacional, compete no arco composto e é um dos principais nomes no evento.

Os ingressos já estão à venda e custam entre 10 e 30 reais. As provas acontecem entre os dias 11 e 17 de setembro na Sapucaí, mesmo local que recebeu o Tiro com Arco, a Marcha Atlética e a Maratona nas Olimpíadas.

[Foto: Facundo Arrizabalaga]

COMPARTILHE

contato

- TELEFONE: (11) 2574-3186 -