O que atletas e entidades esportivas podem aprender com o caso William Waack?


Foram necessárias poucas palavras, ditas em menos de vinte segundos, para prejudicar seriamente a carreira e reputação de William Waack. A declaração vazada teve tom racista, repercutiu no país inteiro instantaneamente, e levou à suspensão do apresentador do Jornal da Globo.

A matéria sobre o caso foi capa da Veja desta semana, e foca justamente na força das redes sociais para acabar com uma carreira. O tom é de alerta para todos os atletas, afinal são também pessoas públicas, com nome e reputação para cuidar, influência sobre seus seguidores e uma ligação com seus patrocinadores.

Já que estamos no assunto, vamos a um exemplo ocorrido com atletas no ano passado. O ginasta Arthur Nory postou um vídeo com piadas racistas numa rede social. Quase que instantaneamente, o vídeo viralizou, deixou muita gente revoltada com a situação, especialmente quem era fã do ginasta. No mesmo dia, ele postou um vídeo ao lado dos outros ginastas pedindo desculpas pela piada de mau gosto.

A situação pode piorar ainda mais, podendo levar a perda de patrocinadores, desconvocação de Seleção e processos judiciais, por exemplo. Na Era Digital, tudo repercute muito rapidamente, onde a pessoa sequer tem uma chance de reverter a história antes de ter uma página chamada “Eu odeio…”, “Boicote a…” ou “(nome) racista! Processo!” criada e com inúmeras curtidas.

O que nós recomendamos!

Sempre quando algo que um atleta faz ou diz repercute de forma negativa, é essencial jogar limpo com o público. Peça desculpas caso alguém tenha se sentido ofendido, afirme que o que ocorreu não faz parte da sua conduta e isso não vai se repetir. Em vídeo é melhor, por parecer mais humano e sincero, especialmente se olhar para a câmera, em vez de um papel.

Procure não criar justificativas para o que aconteceu, porque pode se virar contra você, como no caso do nadador Ryan Lochte, que mentiu sobre um suposto assalto no Rio durante as Olimpíadas. Ele inventou uma justificativa, que logo foi desmentida e isso piorou muito a situação dele. Lochte perdeu todos os patrocinadores.

Saiba mais como gerir uma crise de imagem

Todos os clientes da MVP Sports recebem nosso total apoio em momentos de crise. Com o passar dos ciclos olímpicos e o crescimento das páginas do Time MVP, aprendemos como agir em momento negativo, o que dizer e como dizer nas redes sociais. Quer saber mais? Entre em contato agora mesmo pelo WhatsApp (11) 99382-5737 e receba nossos planos! Lembre-se, as redes sociais não esperam!


Compartilhe essa notícia: